Main Streets Across the World 2018

Darren Yates

Head of EMEA Retail Research

Telefone +44 203 296 3911

Contacto

De acordo com os últimos dados apresentados, Hong Kong ultrapassou novamente Nova Iorque como localização de retalho mais cara do mundo, justificado pela queda abrupta dos valores de renda na cidade norte-americana. As rendas na 5ª Avenida desceram dos 28.262 euros anuais por metro quadrado para os 20.733, enquanto que em Hong Kong o valor anual de renda por metro quadrado está nos 24.606 euros.

Na Europa o primeiro lugar, terceiro do ranking global, é ocupado pela New Bond Street em Londres com rendas de cerca de 16.000 euros anuais por metro quadrado, seguida pelos Campos Elísios em Paris em quarto lugar com rendas anuais de 13.992 euros e a Via Montenapoleone em Milão alcançando os 13.500 euros.

Na primeira edição do estudo Main Steets Across the World em 1988, a localização mais cara do mundo era a rua 57 em Nova Iorque com rendas de 4.071 euros/ano/m2. Já em Portugal a localização de comércio mais cara no mesmo ano era a Avenida da Liberdade com rendas de 312 euros/ano/m2.

Atualmente, em Portugal a localização mais cara é o Chiado em Lisboa que manteve a sua posição no ranking face a 2017, ocupando o 33º lugar. A renda prime na Rua Garret, eixo de referência no Chiado, tem vindo a registar uma valorização muito significativa desde 2013, ano em que o comércio de rua em Portugal começou um percurso de forte crescimento; desde esse ano a renda prime nesta localização valorizou 44%. A renda na Rua Garret situa-se nos €1.560/m² /ano, tendo já aumentado 8/% desde o principio do ano.